DECÁLOGO DA PALAVRA

04/11/2011 16:53

Neste Momento de Luz, Emmanuel, através de Chico Xavier, nos apresenta um decálogo indicador do correto uso da palavra.

Percebemos que várias das nossas atitudes diárias, mais do que desnecessárias, são nocivas ao nosso coração, ao nosso ser, que é luz.

Assim, que tenhamos um dia repleto da palavra correta para cada momento.

 

DECÁLOGO DA PALAVRA

Hilário Silva

Francisco Cândido Xavier

 

1. Não grite. Converse.

A voz muito alta é semelhante a uma agressão sonora.

 

2. Não discuta.

O diálogo é a melhor forma de entendimento.

 

3. Não conte vantagens.

Muitos de nossos interlocutores possuem méritos que ainda estamos longe de adquirir.

 

4. Não ridicularize a ninguém.

Todos somos passíveis de errar.

 

5. Não critique.

Nenhum de nós está isento de observações corretivas, em nosso próprio favor.

 

6. Fale auxiliando.

Uma frase de compreensão e de simpatia ampara sempre.

7. Não censure a quem quer que seja.

Quando não seja exatamente por nós, precisamos de apoio verbal construtivo, em benefício de muitos dos nossos entes amados.

 

8. Não use palavras inadequadas ou ofensivas a essa ou àquela pessoa.
Todos precisamos do respeito de uns para com os outros, a fim de vivermos em paz.

 

9. Não escolha o pessimismo para liderar a sua conversação.
Não existe ninguém que não necessite de esperança e otimismo, na execução do próprio dever.

 

10. Nunca se arrependerá você de haver falado bem.
É pela palavra edificante que mais depressa nos deslocamos para diante, buscando as conquistas da Vida Imperecível.

(Do livro "Fé", pelo Espírito Emmanuel, Francisco Cândido Xavier, Carlos A. Bacelli, Espíritos Diversos)

NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:

http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html

Facebook Twitter More...