MENTE FEMININA

20/01/2012 10:10

 

Convidamos a todos para construirmos, através da poesia, a estrada do destino, louvando o feminino no mundo.

Uma ótima semana para todos.

 

MENTE FEMININA

 

A vida da mulher é dualidade

Ela ama e repele seus desejos

Ao tempo que fala é silencio

E acolhe, no ato do despejo

 

Sorri, chora, fala e canta

Quando quer na verdade agredir

Porque quer atenção ilimitada

Mas não conhece o ato de pedir

 

Para vir caminha para longe

Esperando ser compreendida

Chegando mansamente se desloca

Mais parecendo uma despedida

 

Enfeita-se para ser bem percebida

Rodopia, se expõe como louca

Para que vejas o corte do cabelo

Mas o esconde debaixo de uma touca

 

Reclama que se sente abandonada

Querendo que chegues para perto

A distancia é a única defesa

Deixando-a pregando no deserto

 

Com os filhos grita dia e noite

Repetindo dramas e conselhos

Deixando os rebentos muito loucos

Rebentando com o timbre os espelhos

 

Uma gripe parece o fim do mundo

O doutor é objeto de tortura

Dia e noite consultas e reclames

Levando o diplomado a loucura

 

Irritada não segue seus conselhos

Da receita, não usa quase nada

Para ela o mundo não entende

Parecendo ela a diplomada

 

Como pode alguém compreende

Figura de tamanha controvérsia

Quando chega a hora da atenção

Sua mente viaja pela Pérsia

 

Enfim, a mente humana é insondável

Muito mais no sexo feminino

Vai, volta, fala, cala, chora.

Construindo a estrada do destino.

 

ACA

Facebook Twitter More...