MINHA PARTIDA

17/02/2012 14:56

Uma terça feira em que o Momentos de Luz repete a dose da poesia como instrumento de arte e reflexão.

Que sejamos capazes de refletir o nosso partir.

Que sejamos capazes de deixar o amor.

Um ótimo dia para todos.

 

MINHA PARTIDA

 

 

Se eu partir e tempo não houver

para despedir-me

diga ao anoitecer que fui! 
Mas que deixei a lua no céu,

a estrela no firmamento...

Que fui com o vento! 

Diga ao mar obrigado pelo

infinito azul, pelas ondas cantantes nas praias distantes de norte a sul.

Às aves do céu, minha gratidão pelas manhãs barulhentas!

Ao vento, obrigado!

Pelos recados costumeiros,

fiel mensageiro da minha saudade...

As flores dos jardins, das campinas

sem fim, meu amor por inteiro.

Perfumaram-me os sonhos, louros e derradeiros.

Se eu partir e tempo não

houver para despedir-me...

Agradeça a chuva que regou os

meus campos, brotou minha semente,

embalou o meu sono.

As montanhas altaneiras, rios e

cachoeiras que banharam meus filhos!

Ao sol da manhã,

 obrigado, obrigado,

 pelo calor, pelo brilho!

Aos amigos verdadeiros,

pelo afago e as palavras.

A minha mãe, obrigado.

Pelas canções com que me ninava.

Pelas lendas e histórias...

Pelos meus contos de fadas!

Agradeça por mim, meu velho pai.

Nossas brincadeiras...

E os segredos, que os guarde

pela vida inteira!

Agradeça por mim,

ao Senhor.

Se eu partir e tempo não houver,

ninguém prá me ouvir...

Deixei amor!

(Autor: José Geraldo Martinez)

Facebook Twitter More...