PROCURA-SE UM AMIGO

06/08/2011 15:06

O Momentos de Luz começa esta semana procurando amigos. Contaminem-se pela a poesia e venham ser, todos, grandes amigos.

Muita paz para todos.

 

 

 

PROCURA-SE UM AMIGO

 

 

Não precisa ser homem,

basta ter coração e sentimentos.

Que saiba falar e calar-se,

sobretudo que saiba escutar.

 

Tem que gostar de poesia,

da madrugada, de pássaros,

de sol e de lua, do canto dos ventos e

das canções da brisa.

 

Deve ter amor por alguém,

ou sentir falta de ter esse amor.

Deva guardar segredo sem se sacrificar.

 

Não é preciso que seja de primeira mão,

pode já ter sido enganado.

Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro,

mas não deve ser vulgar.

 

Deve ter um ideal, medo de perde-lo e,

no caso de assim não ser,

deve sentir um vazio em sua alma.

Tem de ter ressonâncias humanas,

seu principal objetivo deve ser o de amigo.

 

Deve saber consolar pessoas tristes e

compreender o imenso vazio do solitário.

Tem de gostar de crianças e lastimar as que não

puderam nascer pela falta de amor.

 

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos,

que se comova quando chamado de amigo.

Que saiba conversar de coisas simples,

de orvalho, de grandes chuvas e das recordações de infância.

 

Precisa-se de um amigo para não enlouquecer,

para contar o que viu de belo e triste durante o dia,

dos anseios e realizações, dos sonhos e da realidade.

 

Deve gostar de ruas desertas,

de poças de água no caminho molhado,

de beira de estrada, do aroma de mato depois da chuva,

de rolar na relva orvalhada.

 

Precisa-se de um amigo e parar de chorar,

para não  viver em busca de memórias perdidas,

que bata nos ombros sorrindo e chorando,

mas que chame de amigo.

 

Se em nossa caminhada conseguirmos

um amigo ou muitos amigos, que bom,

como foi bonito sonhar .

Facebook Twitter More...