TREINAMENTOS E REGIMES

05/04/2012 10:26

 

O Momentos de Luz pede que todos tentem lembrar o momento que decidiram começar um regime e começaram nesta árdua tarefa de tomar conta do seu corpo e estado de saúde.

Pois bem, no texto de hoje, o espírito Scheilla, pelo médium Chico Xavier, fala de treinamentos e regimes.

Curiosos com esta temática?

Garantimos que será de muita valia pararmos um pouco as nossas atividades para ler a mensagem de nossa amiga Scheilla.

Aproveitem a mensagem e aproveitem o dia.

Muita paz.

 

 

 

TREINAMENTOS E REGIMES
Scheilla
Francisco Cândido Xavier

Dizes-te interessado no corpo robusto* e confias-te a severas disciplinas, com ginástica rigorosa e desportos educativos.
Afirma-te doente e consagras-te a tratamentos de sacrifício, suportando largos jejuns e ingerindo porções amargas.

Lembra-te de que em nossa tranquilidade e segurança, necessitamos também de regimes e treinamentos.

Não ingressaremos no santuário da educação sem constante exercício no estudo e nem penetraremos a glória do amor, sem a prática incessante da caridade.

O atleta do corpo costuma indagar dos outros, sob os aplausos do povo:

- Quantas vezes venci meus competidores?

O atleta da alma pode perguntar a si próprio, com a Bênção Divina:

- Quantas vezes venci meus competidores?

Em nossas atividades morais, na conquista da perfeição, é justo estejamos sempre na regata de suor do trabalho nobre, aprendendo o salto mental sobre as víboras da calúnia e da insensatez e mantendo-nos na maratona da humildade, em partidas valiosas de tolerância e gentileza no amparo aos semelhantes.

Na defesa de nossa paz íntima, é preciso igualmente não esquecer a abstenção dos pensamentos infelizes, com deliberada fuga aos pratos da maledicência e ao vinagre da crítica, abolindo-se totalmente o vinho da lisonja e o licor do elogio que operam lastimável embriaguez com deserção de nossas responsabilidades.

Treinamentos e regimes...

Não olvides, porém, que, em favor da harmonia de tua alma, não dispensarás esses mesmos recursos na sustentação da reta consciência e no cultivo da própria felicidade, porque, somente obedecendo às leis de trabalho e caridade, simplicidade e cooperação é que obteremos os títulos de simpatia e merecimento, capazes de conduzir-nos à alegria triunfante.

* Robusto: forte, saudável, vigoroso (nota nossa).

(Do livro "Ideal Espírita", pelo Espírito Scheilla, Francisco Cândido Xavier, edição CEC)

Facebook Twitter More...